Rota 3 - por terras do sado

Vinhas e Golfe

Duração média. 1 dia
Distância percorrida. 50 km
Valor aproximado por pessoa. 20,00€
(valor sujeito a alterações e adaptações aos grupos)

Palmela

Algeruz

A partida tem início no Largo de S. João, junto à Casa Mãe da Rota de Vinhos, uma antiga adega reconvertida em central de reservas para visitas às adegas e loja de vinhos e de produtos regionais. Tome um café e prove um Moscatel de Setúbal.

Desça a Avenida da Liberdade e ao chegar ao entroncamento, vire à direita, seguindo em direção a Setúbal. Passe duas rotundas sempre em frente e vire à esquerda em direção a Estação de Palmela e Poceirão. Uns metros mais à frente vire novamente à esquerda, entrando na estrada municipal 533 e siga a indicação Poceirão.

Pare um pouco mais à frente e efetue uma visita guiada à Adega de Palmela (1). Aprecie as grandes cubas brancas e termine na sala de estágio para uma prova de vinhos, não esquecendo de experimentar o delicioso Moscatel de Setúbal. Por altura das vindimas, conheça o destino das uvas, desde a sua avaliação na receção, pela medição do grau provável, passando pelo esmagamento até à entrada nos depósitos para posterior fermentação.

Algeruz
Mourisca

Em seguida, continue em frente, no cruzamento, vire à direita em direção a Algeruz e conheça o Kartódromo Internacional de Palmela. Para além das atividades desportivas existentes, a Herdade de Algeruz alberga uma antiga adega distinguida em 1937 pela Federação Nacional dos Vinhos, como “a mais moderna adega do país”. Não é um espaço visitável.

Próximo do Kartódromo, pode ainda visitar o Golfe do Montado, um dos campos de golfe de 18 buracos existentes na região, que dispõe de uma unidade de alojamento de qualidade.

Ao sair do Golfe, retome a estrada e continue até E.N. 10, vire para a direita seguindo a indicação Moinho de Maré da Mourisca. Numa paisagem dominada por pequenas explorações agrícolas e manchas florestais de pinheiros e sobreiros, visite o exterior do moinho e se tiver oportunidade, faça uma caminhada pela zona circundante e pelo pequeno porto palafítico.

Retome a estrada nacional em direção a Águas de Moura. Continue sempre em frente em direção a Poceirão. No seu lado esquerdo, pode conhecer a adega Filipe Palhoça Vinhos (2). Esta adega de tradição familiar é exímia na arte de bem receber, tendo sido recentemente completamente renovada. Localiza-se na Quinta da Invejosa e a visita guiada esclarece a razão desde nome. Com início na vinha, que ladeia toda a adega, permite ao visitante acompanhar todo processo produtivo até ao resultado final, com a degustação do vinho na confortável sala de provas. Não deixe de visitar.

Poceirão

Fernando Pó

Retome a estrada até Poceirão, atravesse a passagem de nível e siga a indicação Fernando Pó à direita, sempre acompanhado por uma paisagem marcada pelas extensas plantações de vinhas.

Ao virar para esta aldeia vinhateira, um pouco mais à frente, aproveite para conhecer a Fernão Pó Adega (3) com a sua agradável sala de provas onde será possível recuperar também o folego para continuar este percurso. Aqui, vive-se ainda a genuinidade do antigamente que a Fernão Pó Adega faz questão de manter. A tradição da venda de vinho à porta, onde famílias vindas de todo o país, chegavam ao fim de semana, partilhavam histórias e petiscos e ficavam amigos!

Uns poucos metros mais à frente, à esquerda, encontra a adega Casa Dupó (4). Esta “nova” adega, ou melhor, esta adega totalmente recuperada, vinifica à moda antiga. O seu processo de produção assenta na fermentação do vinho em cubas do tipo argelino. Um método natural de remontagem que permite um rigoroso controlo de temperatura. O estágio é feito em depósitos subterrâneos, conferindo ao vinho um sabor genuíno. Registe este nome!

Retome a estrada e após a passagem de nível, vire à direita para a Rua Manuel João Freitas e visite a adega Casa Ermelinda Freitas (5). Uma adega familiar com quatro gerações de mulheres à frente da tradição vitivinícola. A visita guiada leva a conhecer a adega, a sala de estágios, a vinha pedagógica e o núcleo museológico Casa de Memórias e Afetos de Família. Faça um lanche regional com prova de vinhos e degustação de queijos.

Retorne à estrada de acesso a Fernando Pó e siga para Santo Isidro de Pegões. Encontra do seu lado esquerdo a secular Herdade de Pegos Claros (6), que acolhe a sua antiga adega, instalada numa construção recuperada no fim do século passado, com a particularidade dos seus cinco lagares de grande dimensão serem ainda utilizados para a pisa pé das uvas no seu primeiro dia de fermentação, numa homenagem aos elementos principais deste processo: a uva e o vinho.

Visitas Guiadas nas Adegas

Reserva prévia necessária.
Casa Mãe da Rota de Vinhos,
212 334 398
info@rotavinhospsetubal.com

(1) Adega de Palmela
(2) Filipe Palhoça Vinhos
(3) Fernão Pó Adega 
(4) Casa DuPó
(5) Casa Ermelinda Freitas
(6) Herdade de Pegos Claros

Informações úteis:
Posto Municipal de Turismo de Palmela – 212 332 122
Centro de Artesanato Fortuna Artes e Ofícios – 212 871 068
ARCOLSA – 212 888 144

Alojamentos recomendados nas proximidades:
Pousada do Castelo de Palmela – 212 351 226
Amazónia Palmela – 210 878 520
Casa de Atalaia –  212 350 072

Restaurantes recomendados nas proximidades:
Galeria – 212 596 585